São Tomé e Príncipe busca parcerias para fiscalizar e combater à pirataria na sua ZEE. © dw.com

São Tomé e Príncipe busca parcerias para fiscalizar e combater à pirataria na sua ZEE.

Escrito por  RNSTP Nov. 04, 2015

São Tomé e Príncipe, poderá vir a intensificar as negociações com outros países do Golfo da Guiné, visando atingir um acordo sobre a fiscalização e o combate à pirataria na Zona Económica Exclusiva (ZEE).

 

A hipótese foi levantada depois de o país alcançar um acordo de parceria estratégica com o vizinho Gabão nesta matéria.

A revelação foi feita esta manhã à Rádio Nacional pelo Director-Geral das Pescas, João Pessoa, à margem dos trabalhos da “Décima Primeira Reunião Técnica da Comissão Regional das Pescas do Golfo da Guiné (COREP)”.

Defendeu que no alcance deste objectivo, autoridades nacionais  esperam envolver a instância de concertação que reúne os países da Sub-região em matéria das pescas.

 

Ao mesmo tempo, reconheceu que as insuficiências e as fragilidades dos meios técnicos para o patrulhamento e a vigilância da fronteira remete o País à acordos de cooperação para a assegurar a sua protecção.

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30