ONG TESE QUER RECOLHER ESTE ANO QUATRO TONELADAS DE PILHAS IMPORTADAS. Fonte: ONG TESE

ONG TESE QUER RECOLHER ESTE ANO QUATRO TONELADAS DE PILHAS IMPORTADAS.

Escrito por  RNSTP Jan. 20, 2016

As autoridades santomenses esperam recolher a médio prazo, cerca de quatro toneladas de pilhas que entram anualmente no País, segundo indica um estudo, através do Projecto Valores, da ong TESE.

 

Para alcançar este objectivo, esta organização não-governamental que opera no País, com financiamento internacional, está a multiplicar  acções no terreno e prevê,  em 2016, recolher pelo menos 80% das pilhas, depois de ter conseguido alcançar no ano transacto  50% da meta, com a recolha de duas toneladas de pilhas.

Neste contexto, e em articulação com algumas instituições públicas e privadas, serão colocados depósitos descartáveis chamados de “PILHÕES”, para serem depositadas as pilhas estragadas que serão, posteriormente, recolhidas, conservadas e exportadas através de um processo previamente definido, segundo deixou a entender Wildmark Trovoada, engenheiro da ong TESE.

Depois de um primeiro financiamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), foi desenvolvido um programa de “sucesso”, com o Ministério da Educação, Cultura e Ciência, de sensibilização nas escolas, tendo como grupo-alvo: as crianças.

À propósito, um acordo já foi alcançado com alguns parceiros europeus visando a exportação das pilhas para efeitos de reciclagem e tratamento, segundo explicações avançadas pelo técnico da ong TESE.

Modificado em quarta, 20 janeiro 2016 15:07

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30