São-tomenses "condoídos" com a morte do Jornalista Armindo Tomba‏

Escrito por  rnstp Mar. 13, 2016

Os restos mortais do jornalista, Armindo Tomba, falecido na passada quarta-feira, vítima de doença, foram sepultados este Sábado, no Cemitério do Alto S.João (S.João da Vargem).

 

 

O cortejo fúnebre recorde-se, iniciou às 11 horas deste Sábado, a partir da Morgue do Hospital Dr. Ayres de Menezes, culminando com a celebração da missa do corpo presente na Sé Catedral e percorrendo algumas artérias da Cidade-Capital, e locais previamente escolhidos e referenciados e que marcaram a vida do malogrado.

 

Armindo Tomba trabalhou como jornalista durante muitos anos na Rádio Nacional, onde foi apresentador e editor de vários programas de cariz desportivo e sócio-económico e até mesmo político.

 

Foi deputado pela bancada do partido MLSTP/PSD e assessor de imprensa de várias instituições da Administração Pública.

 

Foi também candidato às presidenciais de 1996, onde concorreu em pé de igualdade com alguns “pesos pesados” e figuras de proa do xadrez político nacional.

 

Era visto como “polémico e destemido” pelas suas ideias e convicções, chegando a defender que o seu “Projecto de Sociedade era “ Inclaudicável”.

 

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30