Imprimir esta página
Décimo primeiro ciclo de pulverização decorre dentro da nornalidade na RAP. Fonte da foto: telanon

Décimo primeiro ciclo de pulverização decorre dentro da nornalidade na RAP.

Escrito por  RNSTP Mar. 29, 2016

Está a decorrer a bom ritmo, a décima primeira campanha de pulverização na Região Autónoma do Príncipe.

 

São ao todo, 30 agentes pulverizadores que iniciaram os trabalhos de pulverização das Casas nas comunidades de Terreiro Velho e Santo Cristo ao sul da Ilha.

Dionísio Amado, da Direcção de Operação da Zatona/Adil que trabalha, em parceria, com o Centro Nacional e Endemias (CNE) assegurou à Rádio Nacional que esse 11º ciclo de pulverização com vista a eliminação do paludismo decorre com a devida normalidade na Região Autonóma do Príncipe.

A comungar a mesma ideia, está a Delegada Regional da Saúde, Mariza da Conceição, que afirmou que “essa décima primeira campanha tem decorrido dentro da normalidade”, tendo inclusive lançado um veemente apelo à população para que “participe activamente na campanha abrindo as suas casas aos agentes pulverizadores”.