Imprimir esta página
Encerramento do seminário de formação. Encerramento do seminário de formação. Fonte: https://www.facebook.com/888936524495196/photos/pcb.1041315359257311/1041314785924035/?type=3&theater

Deputados membros da REPAC concluem com "êxito" o seminário de três dias em São Tomé e Príncipe.‏

Escrito por  RNSTP Jun. 21, 2016

O Palácio dos Congressos, acolheu na sexta-feira última, dia 17,  o encerramento do seminário de formação destinado aos deputados membros da Rede dos Parlamentares para a Resiliência às Catástrofes na África Central (REPAC).

 

O Presidente da Assembleia Nacional, José Digo, ao declarar encerrado o evento, exortou aos decisores políticos, a sociedade civil e as ongs para a salvaguarda do meio ambiente.

O deputado José António Miguel, enquanto Presidente da Rede Nacional de Redução de Riscos e Catástrofes, pediu no final dos trabalhos a cada estado-membro para rever o seu quadro-legislativo e ver o que ainda é preciso fazer para pôr em marcha as “Declarações de Sendai”, aquando de um fórum realizado no Japão.

Este seminário de  capacitação de três dias, em São Tomé, teve como objectivo, persuadir os parlamentares quanto ao risco iminente das catástrofes o que pode pôr em risco a vida e a sobrevivência das populações.

A estratégia regional da Àfrica Central para a prevenção dos riscos, gestão das catástrofes e adaptação às mudanças climáticas prevê, entre outros eixos, a criação de legislações nacionais face a redução de riscos de catástrofes.

Participaram nesta acção de formação, os representantes dos Camarões, do Congo-Brazzaville, Gabão, Guiné Equatorial, Tchad, do Congo Democrático, da República Centro Africana e do Burundi.