Samuel Antonio, CGPN Samuel Antonio, CGPN

Comandante-Geral da Polícia Nacional revela a presença de organizações criminosas no País.

Escrito por  RNSTP Ago. 29, 2016

O Comandante-Geral da Polícia Nacional, o Superintendente Samuel António revelou no sábado, dia 27, a presença de organizações criminosas com ligação às células que actuam em países estrangeiros no País.

 

Samuel António, fez esta revelação, no discurso que proferiu no acto central, visando celebrar o 41º da institucionalização da Polícia Nacional, e que foi presidido pelo Chefe de Estado e Comandante Supremo das Forças Armadas, Manuel Pinto da Costa.

O Comandante-Geral da Polícia Nacional reconheceu no seu discurso que o perfil do homem sãotomense está a mudar.

O Superintendente Samuel António defendeu ainda que a segurança interna deve ser multidiscipinar.

Este ano, o acto central foi realizado no Comando Distrital de Água-Grande e presidido pelo Chefe de Estado, Manuel Pinto da Costa.

 

 

 

Modificado em segunda, 29 agosto 2016 11:20

Comentar


Código de segurança
Atualizar

  1. Popular
  2. Favorito
  3. Comentado

Ligue-se a nós

Calendário das Publicações

« Novembro 2018 »
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28 29 30    

Filtrar por temas