Imprimir esta página
rnstp rnstp rnstp

Caso Rosema não atrapalha relações entre Angola e São Tomé e Príncipe-Joaquim Pombo

Escrito por  rnstp Abr. 20, 2018

 

O novo embaixador angolano em São Tomé Joaquim  Pombo afirmou ontem que o processo judicial da cervejeira Rosema não vai atrapalhar as relações diplomáticas entre Angola e São Tomé e Príncipe.

 

 Joaquim  Pombo que foi acreditado na manhã de quinta feira como  embaixador extraordinário e plenipotenciário junto ao Governo São-tomense assumiu que o diferendo em São Tomé e Príncipe, envolvendo o empresário angolano, Melo Xavier e o cidadão são-tomense “Nino” Monteiro, “não vai atrapalhar as relações entre Luanda e São Tomé”.

Pombo foi mais longe dizendo que trata-se de  “uma questão do fórum judicial” avançando que  “trata-se de um dossier que está entregue a justiça, e deixemos que a justiça faça o seu trabalho”.

Após a cerimónia, Duarte Pombo entregou cartas que o acredita como Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário de Angola ao Presidente da República de São Tomé e Príncipe e reuniu-se em privado com este durante mais de meia hora.

O agora embaixador angolano junto ao Governo santomense garantiu que “as relações entre são Tomé e Príncipe e Angola são normais e são relações entre dois Estados Soberanos”.

 

Duarte Pombo, recorde-se  foi o primeiro de três Embaixadores acreditados na manhã de desta quinta feira, seguindo-lhe a de Filipina e o da Suíça.